A SPFCS

Sociedade Portuguesa de Farmacêuticos dos Cuidados de Saúde (SPFCS)

 

É a designação formal de uma nova Sociedade científica representativa de farmacêuticos que exercem a sua atividade em locais e instituições portuguesas onde se prestam cuidados de saúde.

De acordo com os respetivos Estatutos, a SPFCS visa "contribuir para a melhoria das competências dos farmacêuticos e do nível científico, tecnológico e de gestão, que lhes permitam ser o garante de cuidados farmacêuticos integradores, não só em ambiente intra-hospitalar como extra-hospitalar”.

Entre outras atribuições, esta nova Sociedade pretende também "contribuir para a capacitação estratégica, tática e operacional dos seus membros e dos locais de trabalho para se prepararem com antecipação para os desafios futuros”.

A SPFCS privilegia como valores: conhecimento, colaboração, inovação, empatia, assistencialismo, transparência, ética e deontologia.

Até à eleição dos respetivos órgãos sociais, a Sociedade foi gerida por uma Comissão Instaladora que integrou os farmacêuticos Jorge Aperta, João Paulo Fraga, Raquel Oliveira, Margarida Pereira, Helena Monteiro, Alexandra Figueira, Susana Fraga e Maria do Céu Ferreira.